Noticiário Cearense

MP de Limoeiro do Norte já está de olho no mensalinho do milho, maior escândalo político do Vale do Jaguaribe

03 de dezembro de 2018

A suspeita é que empresários estejam comprando o voto dos vereadores para obterem vantagens futuras em contratos com o legislativo limoeirense.

undefined

 

O Ministério Público de Limoeiro do Norte já tomou ciência de um esquema milionário que ameaça a autonomia do legislativo limoeirense, segundo as denúncias alguns vereadores estariam vendendo seus votos para o disputa da presidência da càmara municipal que ocorrerá dia 05 de Dezembro de 2018.

Segundo informações, um empresário limoeirense estaria captaneando o esquema milionário de propinas em troca de se beneficiar e beneficiar parentes em contratos milionários de assessoria jurídica e de mídia no biènio 2019/2020 na Càmara Municipal de Limoeiro do Norte.

O esquema é bastante conhecido do povo limoeirense, porém somente este ano, devido ao acirramento das eleições da presidência da câmara, o esquema veio a público e a população limoeirense está escandalizada com o que vem acompanhando.

Segundo informações, o valor médio de cada vereador participante deste esquema seria de R$ 50.000,00 (Cinquenta mil reais), ainda segundo nossas fontes, 7 parlamentares já se dispuseram a vender o seu voto em troca desse valor que será pago pelo empresário.

Assim sendo, pelo menos R$ 350.000,00 (Trezentos e cinquenta mil reais) sairiam do bolso do empresário para que depois ele podesse receber através de empresas laranjas, pelo menos R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais).

 

COM A PALAVRA O MINISTÉRIO PÚBLICO DE LIMOEIRO DO NORTE...