Noticiário Cearense

Vereadores de Morada Nova aprovam 13º salário para si próprios e revoltam população

13 de janeiro de 2019

Em mais uma atitude lamentável os vereadores da cidade aproveitaram a onda de violência no estado para soltar matéria polêmica fora dos holofotes.

undefined

Os vereadores da cidade de Morada Nova no Ceará, aprovaram no último dia útil do ano de 2018 o pagamento de 13º salário para eles mesmos, o mimo será no valor de R$ 8.500,00 (Oito mil e quinhentos reais) para cada um dos 15 vereadores morada-novenses, custando assim mais R$ 127.500,00 (Cento e vinte e sete mil e quinhentos reais) por ano aos cofres públicos.

Vale salientar que nenhum dos 15 vereadores veio a público para repudiar esse presente dado pela presidente interina e que assinou a lei, a Sra. Rosemeire Monteiro (PC do B). Os vereadores de Morada Nova ganham R$ 8.500,00 (Oito mil e quinhentos reais) por mês e trabalham apenas 4 horas por semana durante as sessões que acontecem toda sexta-feira.

Os 15 vereadores de Morada Nova custam juntos, R$ 1.530.000,00 (Um milhão quinhentos e trinta mil reais) anualmente, isso somente com salários, pois os mesmos, ainda tem direito a diárias, assessores, carros oficiais e outras benesses do poder público. Agora os nobres vereadores contarão também com o 13º salário e virão assim a custar exatamente R$ 1.657.000,00 (Um milhão seiscentos e cinquenta e sete mil reais) por ano.

Será que nenhum desses vereadores virá a público dialogar com a sociedade e pelo menos tentar explicar o porque de tantos privilégios para essa classe já tão beneficiada pelo poder público? Será que o povo de Morada Nova vai engolir calado e vai em 2020 votar em vereadores que foram a favor desse verdadeiro absurdo?

Com a palavras os senhores vereadores de Morada Nova; Jorge Brito, Hilmar Sérgio, Raquel Girão, Marquinhos da Ana, Marquinhos Viana, Dr. Narcélio, Bia Martins, Dedé do Gildo, Neto da Sinuca, Everardo Maia, Cláudio Maroca, Rosemeire, Jeovan Barbosa e os suplentes...

 

 

#VergonhaMoradaNova

Radialista Kennedy Linhares
13/01/2018